Nas asas do irmão tempo – Parte 3 :: Wagner Borges ::

Nas asas do irmão tempo - Parte 3

Nas asas do irmão tempo – Parte 3

:: Wagner Borges ::

Os ensinamentos dos iniciados espirituais não são antigos, nem modernos, pois são atemporais. Não são orientais ou ocidentais, são de todos os povos.
E não há qualquer doutrina ou grupo que possa limitá-los em seus parâmetros – nem templo algum que possa segurá-los dentro de suas paredes.
Desde as terras quentes do antigo Egito até as picos nevados da cadeia dos Himalaias; desde as montanhas da China até as margens do Rio Ganges; e desde os planos da Consciência Cósmica até o coração dos homens de boa vontade, é a mesma Luz que permeia a tudo e a todos.
Pois o Todo**, a Fonte Imanente de Amor habita em cada Ser. E Ele é a Origem dos ensinamentos espirituais.
Nesses tempos modernos, onde impera o vazio existencial, e as trevas do abismo da ignorância – capitaneadas pelo materialismo alienante – engolfam a humanidade incauta e iludida, os ensinamentos espirituais são como um farol na senda…
As vozes dos iniciados de todas as eras ainda ecoam no átrio do templo interno do coração… E o Invisível Imanente continua tocando secretamente os pensamentos e sentimentos dos que mourejam nas lides espirituais entre os homens.
Os ventos do espírito sopram por ordem do Alto e arejam as mentes e os corações. E as vozes dos iniciados viajam por entre os planos, sussurrando os ensinamentos perenes, como vento de esperança e consciência. E felizes são os que escutam os murmúrios sutis do Grande Chamado, que vêm das esferas extrafísicas, além dos ruídos do mundo.
Mais do que nunca, as vozes dos iniciados falam aos corações dos que estudam e trabalham por climas sadios no mundo – e também em outros planos…
Além do alarido do ego dos homens perdidos, ecoa o “Tonitruante Som do Todo” em cada dobra do universo. E quem O escuta, em seu coração, é feliz.
Porque sabe que não está sozinho e que, de outros planos, os seus irmão de senda espiritual velam por sua jornada.
Sabe que o templo real está na Luz do seu próprio espírito. E que iniciação é atitude sadia! É a consecução do Bem, sem olhar a quem.
Sabe que a jornada espiritual não pode ser trilhada por pés sujos de ódio e intolerância e que, quem conhece mais, precisa respeitar os que sabem menos.
Sabe que, aos olhos do Supremo, neófitos e hierofantes*** são iguais.
E sabe que os iniciados de todas as eras não são causa de nada, pelo contrário, são somente emissários do Alto; são pequenos canais da Luz Maior. E o Todo é o comandante de suas ações.
E, por isso, eles operam em silêncio, para o cumprimento dos desideratos superiores que norteiam suas jornadas: os Magnos Ideais de Liberdade, Igualdade e Fraternidade.
Desde os tempos imemoriais até a aurora da Consciência Cósmica no coração dos homens do presente, são as vozes dos iniciados espirituais que vêm sussurrando espiritualmente os grandes ideais à humanidade.
E, no silêncio por entre os planos, no cerne do Invisível Imanente, elas continuam exortando aos homens de boa vontade à consecução das boas obras e dos bons princípios.
Sim, elas continuam dizendo, através dos ventos do espírito, que o Todo está em tudo. E que, quem quer mais Luz, que já seja Luz.
Obra Clara.
Harmonia e Consciência.
O Grande Arquiteto Do Universo abraça a todos.
Paz e Luz.

– Os Iniciados**** –
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges – São Paulo, 21 de setembro de 2011.)

– Notas:
** O Todo – expressão hermética para designar o Poder Absoluto que está em tudo. O Supremo, O Grande Arquiteto Do Universo, Deus, O Amor Maior Que Gera a Vida. Na verdade, O Supremo não é homem ou mulher, mas pura consciência além de toda forma. Por isso, tanto faz chamá-lo de Pai Celestial ou de Mãe Divina. Ele é Pai-Mãe de todos.
*** Hierofantes – dentro das tradições herméticas de outrora, eram os mestres que testavam os neófitos – calouros – nos processos iniciáticos.
**** Os Iniciados – grupo extrafísico de espíritos orientais que opera nos planos invisíveis do Ocidente, passando as informações espirituais oriundas da sabedoria antiga, adaptadas aos tempos modernos e direcionadas aos estudantes espirituais do presente.
Composto por amparadores hindus, chineses, egípcios, tibetanos, japoneses e alguns gregos, eles têm o compromisso de ventilar os antigos valores espirituais do Oriente nos modernos caminhos do Ocidente, fazendo disso uma síntese universalista.
Estão ligados aos espíritos da Fraternidade da Cruz e do Triângulo. Segundo eles, são “iniciados” em fazer o bem, sem olhar a quem.

Fonte:

http://somostodosum.ig.com.br/conteudo/c.asp?id=12241

Rondó turco – Violão a 4 mãos –

Anúncios
Publicado em: Sem categoria

Um comentário sobre “Nas asas do irmão tempo – Parte 3 :: Wagner Borges ::

Comente se for um comentário instrutivo ...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s