Aviso de Palestra e Curso Gratuitos no IPPB e Texto 1112 (Filhos de Manitu – IV; Cantando na Ananda de Krishna – II; Momento de Luz)

PALESTRA GRATUITA NO IPPB:

A convite do prof. Wagner Borges, o médico e pesquisador espiritualista gaúcho Mauro Kwitko novamente realizará uma palestra sobre reencarnação no IPPB, na próxima sexta-feira, dia 05 de agosto. Seguem-se abaixo as informações gerais.

PALESTRA: “PSICOTERAPIA REENCARNACIONISTA”
Com o Dr. Mauro Kwitko – Entrada Franca.

A Psicoterapia Reencarnacionista é uma nova Psicoterapia baseada na Reencarnação e busca ajudar às pessoas a encontrarem a sua proposta de Reforma Íntima – com um real aproveitamento da atual encarnação. É um tratamento de alguns meses, cuja finalidade é ajudar as pessoas a saberem para o que reencarnaram, qual a sua proposta de Reforma Íntima e como evoluir espiritualmente aqui na Terra.
As pessoas que acreditam na Reencarnação, há muito tempo vem questionando o enfoque tradicional da Psicologia e da Psiquiatria oficial, por sua limitação a essa vida apenas – a visão de um “início” e um “fim”, como se não existíssemos antes -, e anseiam por uma nova maneira de ver e tratar os nossos problemas e conflitos emocionais e mentais, a partir dos princípios reencarnacionistas. Agora existe a Psicoterapia Reencarnacionista, que vem para atender o anseio das pessoas de uma terapia condizente com a questão das vidas anteriores.
A Regressão Terapêutica (Método ABPR) é um procedimento de recordação e desligamento realizado pelo psicoterapeuta reencarnacionista, mas dirigido pelos Mentores Espirituais das pessoas, respeitando a Lei do Esquecimento. É possível conciliar a Regressão com a Lei do Esquecimento, quando ela é dirigida pelo Mundo Espiritual – e nunca incentivando o reconhecimento de pessoas. Essa é a ética da Psicoterapia Reencarnacionista e sua ferramenta, a Regressão Terapêutica.
Ela é utilizada com duas finalidades:
1. Terapêutica: desconectar as pessoas de situações traumáticas do seu passado, geralmente de vidas anteriores, que ainda estão atuantes em seu inconsciente, originando os sintomas das fobias, o transtorno do pânico, as depressões severas, dores físicas crônicas, sentimentos de solidão, saudade e abandono, e tristezas sem motivo aparente, que podem melhorar muito – ou até ser curados.
2. Consciencial: ajudar as pessoas a recordarem como eram em suas vidas passadas, para comparar-se como são hoje e perceber, então, no que devem melhorar.

Obs.: para mais informações sobre o trabalho do Dr. Mauro Kwitko, favor acessar o seu portal na internet, no seguinte endereço específico:

Dia: 05 de agosto de 2011 – 6ª feira, das 20 às 22h30min.
Local: IPPB – Instituto de Pesquisas Projeciológicas e Bioenergéticas.
Rua Gomes Nogueira, 168 – Bairro Ipiranga – São Paulo – SP.
Informações: Fones: (011) 2063-5381 e (11) 2915-7351 (das 12h às 18h).
E-mail: eippb@uol.com.br – Internet: http://www.ippb.org.br

Paz e Luz.

– Equipe I.P.P.B. –

CURSO GRATUITO NO IPPB:

O Prof. Enki realizará mais um curso gratuito no IPPB, nos dias 09, 16, 23 e 30 de agosto de 2011. O tema será sobre “A Espiritualidade no Dia-a-Dia”. Para mais informações, por favor, acesse o link específico no site do IPPB:
http://www.ippb.org.br/%22index.php?option=com_content&view=article&id=10490

FILHOS DE MANITU – IV*

Os animais têm sua origem no mesmo lugar de onde surgem todos os seres: o Coração do Grande Espírito.
É de lá que eles vêm… E é por isso que nos encantam: são pedacinhos vivos de Manitu**. São filhos d’Ele! E, assim como nós, também são centelhas vitais da Grande Luz que está em tudo.
E quem cuida de algum desses bichinhos, está cuidando de mais um Ser forjado no Grande Amor.
Quem tem um animalzinho desses em casa, na verdade, ganhou um presente do Grande Espírito.
Pois recebeu d’Ele, por empréstimo, um pedacinho vivo da natureza.
E que responsabilidade é cuidar de um filhinho de Manitu…
E o recado de hoje é esse: quem tem um bichinho em casa, que cuide direito do seu presente.
Que, na infância ou na velhice deles – e também na saúde ou na doença -, cada um cuide bem, com carinho e responsabilidade, dos filhinhos de Manitu.
E que, se possível, ore aos guardiões espirituais deles, para que eles sempre orientem para o melhor…
E, assim, que o homem, irmão mais velho, cuide dos bichinhos do Grande Espírito. E ganhe sabedoria e compreensão.
Que os ame e seja amado por eles, e sinta-se feliz com o presente.
E, na hora da partida deles, que o homem ore, não pelos bichinhos, que são cuidados por seus guardiões espirituais e levados ao plano espiritual para seguirem seus caminhos, mas, por si mesmo, para aguentar seguir a vida sem o presente junto…
Que ore ao Grande Espírito, pedindo inspiração e alegria para continuar com sua vida em paz… E que saiba que os bichinhos continuam vivos nas pradarias celestiais e, muitas vezes, o visitam.
E, em outros momentos, até mesmo o protegem espiritualmente, sob o comando dos guardiões extrafísicos. Porque, aquele que ama os bichinhos, também é muito amado pelos Seres celestes.
Então, para todos aqueles que sabem que os bichinhos são presentes de Manitu, eu deixo uma saudação de irmão nativo: HOW!
E que o Grande Espírito abençoe a todos.

Mitakuye Oyasin!***

– Black-White Snow**** –
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges – São Paulo, 24 de Junho de 2011.)

– Notas:
*As três partes anteriores desse texto estão postadas no site do IPPB – http://www.ippb.org.br -, e podem ser acessadas nos seguintes endereços específicos:
Parte I – http://www.ippb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=61:36-filhos-de-manitu&catid=31:periodicos&Itemid=57
Parte II – http://www.ippb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=10060:1032-filhos-de-manitu-ii&catid=31:periodicos&Itemid=57
Parte III – http://www.ippb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=10061:1032-filhos-de-manitu-iii&catid=31:periodicos&Itemid=57
** Manitu: designação que os índios algonquinos, dos EUA, dão a uma força
mágica não personificada, mas inerente a todas as coisas, pessoas, fenômenos
naturais e atividades. Ou seja, o Grande Espírito.
*** Mitakuye Oyasin: expressão de saudação dos índios Sioux, dos EUA.
**** Black-White Snow é um xamã pele-vermelha desencarnado que aparece ocasionalmente para mim. É um grande manipulador de energias e conhece bem a arte das experiências fora do corpo, além de ser dotado de um bom humor contagiante.
Obs.: Para os leitores que gostam de temas xamânicos, sugiro uma visita ao site do nosso amigo Vítor Hugo França (participante do Grupo de Estudos e Assistência Espiritual do IPPB – e responsável pela parte administrativa), que faz um trabalho de esclarecimento muito bom nessa área. O endereço do mesmo é www.vozdoselementos.com.br

CANTANDO NA ANANDA DE KRISHNA – II*
(Alguns Toques de Luz no Darma de Todos)

Interpenetra o rosto de Krishna no teu próprio rosto.
Porque Ele é o Senhor dos trabalhos.
E é por Ele que flui a energia que leva à consecução do Bem.
Transforma o teu rosto num sol!
E pensa n’Ele… O Ghanshayam.

Imagina o frescor de uma noite tranquila em ti.
Ou um remanso lindo, com linda floresta em torno.
Ou a luz das estrelas… Em teu coração.
E ora a Ele… Que é a serenidade em meio ao turbilhão.

Interpenetra as mãos d’Ele nas tuas próprias mãos.
E sente o poder de cura fluindo por elas…
Que tuas mãos sejam de Luz!

Imagina um Grande Amor em teu próprio Ser.
Então, pensa no sorriso d’Ele em ti…
E dissolva toda tristeza, e fique contente.
Porque, quem pensa em Krishna, já é feliz por isso.

Ah, é Ele que sustenta os bons propósitos de todos.
Pois Ele é a Alma do Dharma!**
E a Sua Luz é a Força dos trabalhadores espirituais.
Então, agradece a Ele, por tudo.

Os teus estudos e práticas espirituais, na verdade, são d’Ele.
Por isso, não te esqueças: trabalha junto com Ele.
Para que a Luz em tuas mãos seja cada vez mais linda.
E para que a tua jornada seja próspera.

Com o rosto d’Ele no teu próprio rosto, sê feliz.
Porque o Senhor dos Olhos de Lótus sabe quem é da Luz.
Portanto, que a Luz d’Ele guie a ti e a teus colegas de estudo.

Om Ghanshayam!***

– Ananda**** – apenas um servidor de Krishna.
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges – São Paulo, 19 de julho de 2011.)

– Notas:
* A primeira parte desse texto está postada no site do IPPB – http://www.ippb.org.br -, no seguinte endereço específico: http://www.ippb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=10272:cantando-na-ananda-de-krishna&catid=138:ultimos-textos-postados&Itemid=271
** Darma – do sânscrito “Dharma” – dever, missão, programação existencial, mérito, bênção, ação virtuosa, meta elevada, conduta sadia, atitude correta, motivação para o que for positivo e de acordo com o bem comum.
*** Ghanshayam – do sânscrito – “O Sempre Jovem”. É um dos epítetos de Krishna. É também um maravilhoso mantra a ser vibrado espiritualmente nos chacras.
Para mais detalhes sobre isso, favor ver as duas partes do texto “Krishna, O Ghanshayam”, postados no site do IPPB, nos seguintes endereços específicos:
Parte I – http://www.ippb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=3087:krishna-o-ghanshayam&catid=62:wagnerborges&Itemid=174
Parte II – http://www.ippb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=3174:524-krishna-o-ghanshayam-ii&catid=31:periodicos&Itemid=57
Obs.: Krishna – o maior dos avatares (emissários divinos) entre os hindus. O mestre de Arjuna, conforme narrado no Bhagavad Gita.
**** Ananda – mentor extrafísico ligado às vibrações de Krishna. Trata-se de um dos amparadores espirituais que me orienta há muitos anos na jornada espiritual e humana.
Obs.: Ananda – do sânscrito – bem-aventurança; êxtase espiritual.

MOMENTO DE LUZ

– Por André Luiz –

Se você está feliz, ore sempre, rogando ao Senhor para que o equilíbrio esteja em seus passos.
Se você sofre, ore para que não lhe falte compreensão e paciência.
Se você está no caminho certo, ore para que não desvie.
Se você está de espírito marginalizado, sob o risco de queda em despenhadeiros ou perigosos declives, ore para que o seu raciocínio retome a senda justa.
Se você está doente, ore a fim de que a saúde possível lhe seja restituída.
Se você tem o corpo robusto, ore para que as suas forcas não se percam.
Se você está trabalhando, ore pedindo a Deus lhe conserve a existência no privilégio de servir.
Se você permanece ausente da atividade, ore, solicitando aos Mensageiros do Senhor lhe auxiliem a encontrar ou reencontrar a felicidade da ação para o bem.
Se você já aprendeu a perdoar as ofensas, ore para que prossiga cultivando semelhante atitude.
Se você reprova ou condena alguém, ore rogando à Divina Providência lhe ajude a entender o que faríamos nós se estivéssemos no lugar de quem caiu ou de quem errou, de modo a aprendermos discernimento e tolerância.
Se você possui conhecimentos superiores, ore para que não lhe falte a disposição de trabalhar, a fim de transmití-los a outrem, sem qualquer idéia de superioridade, reconhecendo que a luz de sua inteligência vem de Deus que no-la concede para que venhamos a fazer o melhor de nosso tempo e de nossa vida, entregando-nos porém, à responsabilidade de nossos próprios atos.
Se você ainda ignora as verdades a vida, ore para que o seu espírito consiga assimilar as lições que o Mais Alto lhe envia.
Ore sempre.
A oração é o momento de luz, nas obscuridades e provas do caminho de aperfeiçoamento em que ainda nos achamos, para o nosso encontro com o amparo de Deus.

(Recebido espiritualmente por Francisco Cândido Xavier – Texto extraído do livro “Meditações Diárias” – Editora IDE).

__._,_.___

Anúncios
Publicado em: Sem categoria

Comente se for um comentário instrutivo ...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s