Aruanda – Andrea Destefani

Do blog Coisas da Vida da escritora e Jornalista Andrea Destefani

Aruanda

paraiso.jpg
Sábado à noite chuvoso e não havia outra alternativa: assistir tv ao lado do fogão à lenha. Na tela passava o programa Sobrenatural, onde a dupla de irmãos combate espíritos malígnos. Os meninos adoram, mas depois ficam querendo por sal grosso na porta de entrada e perguntando se a gente tem ou não água benta e balas de prata. Só que desta vez foi diferente. Os dois irmãos, mocinhos do filme, morrem e vão para o céu. Encontram uns perigos pela frente e um amigo, já falecido , vai ajudá-los. Este amigo desenha nas portas com um”giz” pontos de proteção. Imediatamente meus filhos me olham: isso tá muito parecido com tua igreja mamãe. E estava mesmo.
Num determinado ponto, eles vão falar com o único anjo que ainda tem contato com Deus: Josué.
Josué, no filme, tinha todas as características do Pai Maneco, na minha visão de Umbanda: um preto, não tão velho, mas cheio de sabedoria. Os rapazes perguntam se ele fala com Deus, mas ele nega e diz que é Deus quem fala com ele, quando quer, talvez porque ele tenha paciência de escutar. Contar filmes e sonhos é uma coisa que não me apraz, cada um tem uma interpretação, mas achei pertinente falar. A Umbanda está cada vez mais se expandindo como energia.
Desde que li o livro do Alexandre Cumino, História da Umbanda-Editora Madras, fico pensando o porquê de sua criação nestes moldes. Ela é baseada na fé, no amor e na caridade ,mas há algo que me chama muito mais a atenção na sua evolução. Hoje você vê muito nos terreiros médicos, jornalistas, advogados, juízes. A simplicidade das entidades de Umbanda talvez seja o maior aprendizado para os intelectuais da contemporaneidade. Quanto mais tentarem complicar seu entendimento, menos surte o efeito principal. Umbanda é um “religare”, já que as pessoas gostam tanto desta palavra quando falam em religião, com a natureza e com quem realmente somos, sem todas estas camadas que os tempos modernos nos infligiram.
Não posso negar que fiquei atordoada com o que meu lindinho me perguntou ao término do filme: como seria seu paraíso Andréa? O dele é bem definido, quer passar seu tempo lá do outro lado fazendo shows de rock, mas e o meu?
Pensei em primeiro falar com seo Sete Cachoeiras e ver como me saí nesta experiência, afinal é meu pai de cabeça. Depois ver gente que há muito não vejo, matar as saudades de tudo que vivemos juntos. Certamente ficar conversando muito tempo com seo Beira Mar e aprendendo mais coisas. A visita ao pai Maneco é inevitável, farei as perguntas que ainda não estou pronta para fazer. Vou visitar os Erês e agradecê-los, mas em festa de criança não dá pra ficar muito tempo. Vou buscar um benzimento com dona Maria Redonda e ,falando em benzimento, pegar um axé com seo Zé. Vou visitar as matas do seo Junco Verde e alisar a águia do seo Akuan, em agradecimento pelas cobras espirituais mal intencionadas que não deixou que me alcançassem e curimbar um pouco com seo Tucuruvu.Vou a festa dos boiadeiros e à tenda dos ciganos, nessa em especial ver o cigano Woisler fazer as mágicas com as cartas (desta vez eu vou entender!). Vou até as sombras buscar o abraço de novo da Maria Padilha das Almas, do seo Tranca Rua das Almas, passear um pouco por lá sob a capa do seo Capa e perguntar para seo Sete Encruzilhadas quantas encruzas a pessoa precisa passar para se libertar de seus vícios . É bastante coisa a ser feita, mas não dura uma eternidade, então Aruanda o jeito vai ser eu voltar pra cá, com uma bagagem um pouco maior, ajudar um pouco mais a Umbanda e ficar pensando como seria meu paraíso perfeito.
Em terra , nós médiuns nesta experiência de vida, somos todos um pouco de Aruanda.Somos um pouco de cada entidade, um pouco de suas matas e rios, um pouco de suas encruzilhadas e caminhos. Então médium umbandista, quando numa destas manhãs de inverno você acordar sem saber quem é você no meio disto tudo pense: sou o grito do caboclo, a risada do erê, a paciência do preto velho, talvez você consiga escutar Deus e seguir em passos mais leves. Saravá!

Anúncios
Publicado em: Sem categoria

Comente se for um comentário instrutivo ...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s